BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
Desafio 2012
DNEscolas Apresenta-se
Kit de Apoio
Regulamento
O Meu DN
Links
Em pleno século XXI, somos jovens numa Europa envelhecida, dependente, em mudança, e em tempos destemida. O continente está a regredir em termos económicos e sociais. Não soube assegurar a sua hegemonia. Quem pode ter contribuído para tal? Entre muitos fatores, a China. Uma China competitiva com uma mão de obra quase a custo zero que consegue colocar os seus produtos nos quatro cantos do mundo. Mais recentemente com o problema das dívidas suberanas, é vê-los que nem polvos a esticarem os seus tentaculos sobre uma Europa economicamente decadente. Em finais do século XIX, Guilherme II da Alemanha, alertava já para o perigo amarelo. Actualmente comprova-se esse mesmo facto. A presença chinesa
É de ficar de olhos em bico
Europa está a crescer, sobretudo nos países de Leste, fortemente endividados. Em Portugal, a comunidade chinesa apesar de não dominar a língua nem sociabilizar com os cidadãos nacionais, encontra-se perfeitamente integrada, basta olhar e em cada esquina as lojas multiplicam-se e as feições são cada vez mais as mesmas. Será que a próxima geração de portugueses vai comer arroz numa tigela e a ter os olhos em bico? Com sorte, talvez...
Somos jovens, queremos ser senhores do nosso futuro e não estar à mercê de um país "colonizador", um país com nota negativa em termos de direitos humanos, mas que se dá ares de grande professor no que toca à economia.
Luís Filipe Marques Amado
Luís Amado nasceu a 17 de Setembro de 1953, é economista e político português. Foi licenciado em Economia, na Universidade Técnica de Lisboa. Foi professor convidado na Universidade de Georgetown,auditor de Tribunal de Contas e consultor de empresas. Foi Ministro dos Negócios Estrangeiros o que lhe dá visão necessária para perspetivar a influência da China em Portugal e na Europa.
Grupo: Amelios
Escola: Escola Secundária Amélia Rey Colaço