BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
Desafio 2012
DNEscolas Apresenta-se
Kit de Apoio
Regulamento
O Meu DN
Links
As manifestações e protestos que definem a «Primavera Árabe» têm vindo a mudar o rumo de um povo revoltado face a décadas de opressão e falta de liberdade exercidas por regimes corruptos e autoritários. Embora os ideais de justiça e igualdade que alimentam esta onda revolucionária sejam válidos, o recurso às mesmas armas utilizadas pelo poder instituído anula a nobreza deste acto. Os protestos de índole social, motivados pelo crescimento do desemprego e consequente perda do poder de compra, tiveram origem na Tunísia de Ben Ali e desencadearam um «efeito dominó» cujo fim é ainda imprevisível. Em território iemenita, este efeito fez-se soar sobretudo na voz de Tawakel Karman, o que lhe fez me
Ruptura do Conceito Árabe
recer o Prémio Nobel da Paz. O novo conceito de vida que só a globalização permitiu conhecer, inspirou uma multidão que até aí ignorava aquilo que as fronteiras escondiam. A distância geográfica e cultural que separa o Ocidente do povo Árabe não impediu que as repercussões desta revolta se fizessem sentir em terras lusitanas. A «Primavera Árabe» tornou-se, de facto, um título comum na imprensa nacional, tendo sido responsável pela subida dos preços do petróleo que
levou ao aumento do preço dos bens e serviços. Além disso, a ameaça gerada pelo conflito levou à repatriação de muitos portugueses, assim como à queda abruta do turismo para estes países. Assim, espera-se que o sofrimento e a coragem exigidos pela mudança anunciem um futuro promissor.
Jasmim na Primavera Árabe
Tawakel Karman, conhecida como «Iron Woman» entre o seu povo, foi a primeira mulher árabe a receber o prémio nobel da paz. Nascida a 7 de Fevereiro de 1979, a Mãe da Revolução Iemenita e co-fundadora do grupo Women Journalists Without Chains clama nos seus artigos os ideais da liberdade de opinião e expressão. Ativista dos direitos humanos, preconizou a revolta que levou à queda do regime de Abdullah Saleh.
Grupo: E.T. Ares
Escola: Escola Secundária Francisco de Holanda