BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
BackgroundDN
Desafio 2012
DNEscolas Apresenta-se
Kit de Apoio
Regulamento
O Meu DN
Links
Nos últimos meses, Portugal imergiu numa crise económica ímpar. O governo tenta resolver este flagelo, mas perante a realidade, são ínfimas as soluções. Especialistas argúem que é urgente reduzir despesas e aumentar receitas. O estado segue a mesma linha de pensamento. Corta-se nos gastos com a saúde! Aumenta-se a carga fiscal! Analistas aditam que podemos diminuir importações e aumentar exportações. O estado concorda. Empresas produzam melhor, com menos custos e mais rápido! Portugueses consumam produtos nacionais! Abruptamente escassas soluções que estavam ao nosso alcance prolificaram. Após reflexão descobrimos que todas as medidas pressionam os cidadãos. O Estado deve preocupar-se,
Tudo seria diferente!
primordialmente com a dependência energética. É paradigmático que Portugal enquanto país com dignas potencialidades energéticas seja dependente de energia oriunda do estrangeiro. A costa portuguesa é a nível europeu das mais preferíveis para uso energético. O tempo de exposição do nosso país à radiação do Sol torna energia solar altamente rentável, até mesmo energia a partir de centrais nucleares podemos produzir! Portugal possui urânio, vende-o e depois compra a
energia produzida através do químico. Neste decurso quem lucra são os países transformadores. Porque não produzirmos nós mesmos a nossa própria energia? Afirmamos que é essencial um investimento avultado e que existe sempre um risco associado, mas de todas as hipóteses que contemos esta é sem dúvida a melhor.
Álvaro dos Santos Pereira
A personalidade que gostaríamos de entrevistar é o atual ministro da economia, Álvaro dos Santos Pereira. Esta personalidade está diretamente relacionada com o tema que escolhemos, uma vez que a implantação da medida que abordamos interliga o panorama atual economico com o futuro do mesmo. Seria por esse motivo interessante entrevista-lo e analisar a sua perspectiva relativamente a este tema.
Grupo: Quadrado + Vértice
Escola: Colégio Didalvi